segunda-feira, março 31, 2008

Parabéns oh prima, oh que rica prima!


PARABÉNS MIÚDA! Benvinda aos 22+5! Aqui vai a dedicatória da Rádio Pico de hoje...


Mafalda Veiga - Lu...

(Ainda pensei meter a canção do coelhinho, mas achei que se calhar, já a ouviste muitas vezes nos últimos tempos... Se calhar! Só se calhar!)

domingo, março 30, 2008

Tinoni

Hoje telefonei pela primeira vez (e espero que pela a última!) para o 112 e a verdade é que me senti um verdadeiro Ricardo Araújo Pereira (tirando a parte do Benfica, claro!) . A coisa correu mais ou menos assim:


- Bom dia, Serviço de Emergência
- Bom dia, precisava de uma ambulância para vir buscar o Sr.X
- Aguarde um momento
(Tu tu tu tu ru tu tu tu ru tu tu ru tu tu tu ru ru ru tu tu tu ru.....................................................tu tu ru tu tu ru ru tu ru)


- Bom dia emergência médica
- Bom dia, olhe eu precisava que enviassem uma ambulância para vir buscar o Sr. X
- Ora portanto, que idade tem o senhor?
- 74
- E o que é que lhe aconteceu?
(Seguiu-se uma descrição promenorizada de tudo o que tinha ocorrido esta manhã, na qual NÃO foram perguntados antecedentes de doença e que foi evidenciado MAIS QUE UMA VEZ que o senhor não se encontrava nem com dificuldade respiratória, nem cianótico, nem pálido!)


Chegada a ambulância, os TAEs , chegam preparados para uma situação de dispneia súbita num doente com antecedentes de Insuficiência Cardíaca, informação esta transmitida pela central!! Graças a Deus não foi o inverso, porque de certeza que se ele tivesse uma dispneia súbita, ela ia perceber que ele estava fino e demoravam três quartos de hora em aparecer.


(Nem me digno a comentar a conversa que depois tive com o meu colega no balcão da urgência às 4h30 da tarde e sem almoçar, que isso sim foi um primor da medicina... Definitivamente, o muro em frente à porta daquela urgência, é sem dúvida o meu sítio mais odiado nesta cidade. Graças a Deus correu melhor que a última vez que lá estive sentada ...

Para culminar o dia, telefona-me a melhor companheira de aulas, que me faz papar os cursos e congressos todos de Portugal e talvez outros países lusófonos, para dizer que já deu o meu nome para o curso de VMER. Definitivamente comigo, não existem coincidências!)


Tati...Repeat after me...


Verylight! Verylight! Verylight!


Ou isso ou contar até 10 e tomar kompensans! lol

You should have met me in the 80's (E dura, e dura, e dura! Agora não queremos outra coisa!)





Festa Retro no sítio do costume. Pontos a reter:

1. Tenho mais uma prima e não... surpreendentemente não é do BSN
2. Vou-me casar no ferryboat da Troia, pelos vistos
3. O "my precious" é feito de pechisbeque
4. Renova, strikes again!
5. É possível achar normal, dançar um slow agarradinha, décadas depois dos oitenta, não estando bêbeda, com uma pessoa vagamente conhecida e que claramente foi a estrela da noite
6. Os sapatos dos anos oitenta fazem doer os pés
7. Definitivamente, a colheita de 1980 é do melhor que para aí anda!

sábado, março 29, 2008

Here comes the sun!

Sol, caracóis, esplanada, hormonas aos saltos e um dia inteiro de ginásio...


Chegou a Primavera!


(só faltou uma coisinha assim...)



Para a menina que mais gosta das apresentações do lifestyle e que me passou o bichinho do ginásio, aqui vai uma das novas músicas dos chutos e pontapés que me fazem ficar de TÃOOO melhor humor! (isso e o Dan! O Dan "can I take a picture"... Que saudades de fazer rafting! lol)

hairspray 2007- yo...

Joana Alves, o fenómeno (para não dizer outra coisa mais ofensiva!)



Ora portanto, a coisa foi mais ou menos assim... A suposta manhã livre converteu-se em 6 consultas na clínica, com o consequente acordar cedo e cedo erguer. Seguidamente, arranca para o Centro de Saúde onde consegui surpreendentemente chegar atrasada (acho que tenho um grave problema em chegar cedo, quando entro tarde :S!). Trabalhei, trabalhei, trabalhei... até que chegadas as 8 da noite, pego no meu bólide e no meu telemóvel topo de gama e rumo a Setúbal (pensava eu!).

Extremamente entretida com o auricular e o interlocutor do outro lado da linha (cof* cof*), de repente olho para as placas da autoestrada e vejo... Almada. Logo de seguida ocorre-me a ideia: "Acho que Setúbal é para o outro lado...". Resultado, com os pessoas à espera numa mesa de restaurante e porque a gasolina está barata, tive de ir ao Centro Sul, para inverter a marcha. Graças a Deus, que o outro pobre coitado já se vai habituando ao que a casa gasta, porque bem me pareceu ouvir escrever uma folha de referenciação para a Psiquiatria, no momento em que enunciei alto e bom som, que tinha entrado na autoestrada no sentido inverso, isto num sítio onde tenho de passar todos os dias...

Não contente com isto, eis que chego às portagens e reparo que a senhora está a olhar para mim com um ar estranho... ora portanto, aqui a gaja que tem a mania que é médica, saíu com a bata vestida e o estetoscópio ao pescoço e resolveu que isso agora era moda nas sextas feiras à noite!

Graças a Deus, jantei sem intercorrências e resolvi vir para casa ver a razão pela qual ando a sacar os episódios da Felicity há umas quantas semanas (Tati, tens razão... O homem é podre todos os dias!! Vale a pena nem que seja só para o ver... e ouvir!)




quarta-feira, março 26, 2008

On repeat

Completamente viciante :)

O Jumbe de Setúbal


Hoje (na minha 2ª tarde livre esta semana!!) aventurei-me a ir a um território altamente evitado por mim... o Jumbe de Setúbal (note-se que ainda por cima hoje é 4ª Feira de Vitória!). No entanto, como precisava de mais umas calças para o ginásio e a loja de roupa de ginásio mudou-se do sítio da minha casa de sonho, para o Jumbe (excelente opção, já agora...) lá tive de gramar com o trevo na tromba do elefante e as pessoas que resolvem problemas.



Compradas as calças, sem intercorrências e sem muitos (só 2!) encontros com pessoas que gritam histéricas "Ahhh já voltaste dos Açores!!" (Açores, dito sempre com um sotaque estranhíssimo que mais parece ucraniano que micaelense...) ou "Ahhh filha estás tão grande! És tal e qual a cara de tua mãe / avó!" (a parecença varia segundo a idade do interlocutor!), resolvi aproximar-me da loja dos produtos naturais para ver um produto recomendado pelo excelentíssimo professor do Lifestyle. Ora portanto... a conversa correu tão bem ou tão mal, que acabou com o rapaz a dizer-me que saía às 6h e que se eu quisesse podia esperar para ver como é que ele bebia o batido dele... Claro que fiquei tão interessada em ver o rapazinho beber o batido, como em saber que o delegado tinha levado o baton Glucobay para a neve e que se eu quisesse também podia usar do seu baton Glucobay na neve. O segundo foi corrido pela Drª Vanda com um rotundo " Então você vem-me para aqui namorar com as internas?!?" e o primeiro (visto que já sou uma rapariguinha crescida) levou um "Ah desculpa mas já tenho marcado um encontro com outro batido de morango para essa hora!".



Se calhar eles até resolvem mesmo problemas... mas não devem ser os meus!

segunda-feira, março 24, 2008

Enganei-me!



Afinal, estive a ver as notícias e este é que é o on repeat de hoje, sem qualquer dúvida!

Qual Neno o guarda-redes cantor?? Topem-me só o Helton! Este sim vai ser o novo nº1 do Top Mais! lol


(uma pessoa apoia os seus clubes de corpo e alma, mas desde já aviso que se o Eduardo começar a cantar também, passo a ser somente dos Amarelos!)

Se alguém viu a minha voz por aí...


... mande entregar à Praceta Hermenegildo Capelo com urgência, que isto de dar consultas em surdina, não é tão sexy como eu pensava...

Vitória a quanto obrigas...


(como não falei quase nada o dia inteiro, tenho que despejar aqui a merda toda que me veio à cabeça e não pude partilhar... Enjoy! lol)

P'ro Natal, o meu presente, eu quero que seja...


Se agora pensavam que ia dizer a minha agenda... desenganem-se!! Os DIMs já me deram 6470 agendas (junto com 2376 calendários, 93886437 canetas, 277772 blocos, 728 baralhos de cartas e um rato sem fios pelo qual o meu irmão e minha mãe lutaram até à exaustão!). Fora de brincadeiras, ainda não consegui estabelecer qual o limite do aceitável para um oferta da propaganda médica... De dia para dia, fico mais estarrecida com a quantidade de coisas absurdas que nos oferecem, ora vejam hoje por exemplo:

  • 1 caneta

  • 1 caixa de pastilhas de mentol (sem açúcar, que faz mal aos dentes!)

  • 1 caixa de bombons (com açúcar que faz bem à alma)

  • 1 cd de êxitos dos anos 60 (a época de ouro, segundo o delegado!)

  • 1 lanche ( que consistia num sumo compal e uma barrita energética metidos numa simulação de caixa de antibiótico para infecções urinárias)

  • And last but not least... um conjunto de tiro ao alvo, com umas setas com iman na ponta!
Tudo coisas extremamente úteis e que me farão concerteza passar mais antibiótico para infecções urinárias e anti-hipertensivos a pessoas com rigorosamente nada! O meu objectivo é chegar um dia a conseguir receber um verdadeiro conjunto de tiro ao alvo, nada dessas merdinhas com imans...

(porque, como o pessoal do ADN evidenciou há bocado, para meter lá uma foto e atirar dardos, não merece a pena se não tiver uma ponta extremamente pontiaguda no fim... Eles ainda conseguem ser mais retorcidos que eu! lol)

Tenho o carro tão limpo, tão limpo, tão limpo...


... que acho que vou telefonar para o Centro de Saúde amanhã a dizer que me é impossível ir trabalhar, para evitar sujá-lo. Considero que esta deveria ser uma situação prevista na lei.

(Memo to self: os senhores da lavagem da Shell são provavelmente os mais rebarbados da cidade. Excelente sítio para lavar o carro quando o ego estiver em baixo, sítio pavoroso para lavar o carro em situações normais...)

O on repeat de hoje



(e no dia em que eu começar a fazer uma agenda cultural, aí é que vocês se lixam! lol)

Obrigado a quem me mandou o video ;)*

domingo, março 23, 2008

The day after


Daqueles em que não se tiram os óculos escuros da cara nem para mijar numa cave sem electricidade, iluminada à luz de vela...


É duro ser vitoriano...

O significado da Páscoa



Para mim a Páscoa sempre foi mais do que amêndoas, coelhinhos e ovos de chocolate. Este ano, no entanto, vai passar para a história, como o primeiro ano desde que me lembro, em que não assisti a nenhuma das celebrações eucarísticas desta época. Sinceramente, não sei o que se passa comigo, mas sinto que existem coisas que só se devem fazer por vontade e não por obrigação. Eu sempre fui à Igreja por vontade e nos últimos tempos não tenho ido por falta da mesma. Não sei explicar e sinceramente espero que me passe rápido (senão também a minha tia tem um enfarte!), mas ultimamente não encontro nenhum conforto na Eucaristia...

Pelo tanto, este ano rendi-me à Páscoa das prendas para os afilhados (lindos de morrer, o mais velho inclusivé treinado ao ponto de ir sozinho ver o Vitória a Faro!) e ovos para as sobrinhas (que acharam que eram as mais sortudas por isso!). Uma Páscoa mais vazia de significado... mas surpreendentemente uma Páscoa feliz...

Violaram o Golfinho da rotunda! Bandides...


O Jogador! O menino dos meus olhos (apanhei o susto da vida quando vi que eram 8 da manhã e não sabia onde ele estava, mas, como meu pai me explicou, vitoriano que é vitoriano, não tem noção das horas!)



A que estava alegre mas não feliz (mesmo assim melhor do muito boa gente!!)

As únicas 3 pessoas que poderiam conhecer o Sr. Virgolino (para além do meu irmão e do meu tio, claro está!)


Vitoriano que é vitoriano, vai para a avenida apitar! (E no caso de não ter apito/buzina vao só para lá fazer barulho!)

A azia dos que torciam pelo Sporting (aka Napoleão do Sexo)
(e isso que não fotografei as lambadas que lhe dei durante o jogo!)
"E a nossa (salsicha) que é boa, ninguém a come!"
Está quase é a dar-me um ataque tardíaco, que é um daqueles que uma pessoa diz "Agora não que estou a ver a bola!"


Ora portanto, foi algo mais ou menos assim:

De olhos vermelhos,
E pelo branquinho
Dou saltos bem alto
Eu sou um coelhinho


Comi uma cenoura
Com casca e tudo
Ela era tão grande
Que fiquei um...um... Cabeludo(?!?)

Lamento desde já não ter aqui foto do senhor que baixou os boxers e mostrou ao golfinho da fonte como se passava uma boa noite. Uma prova irrefutável de como se festeja, o clube da terra, em grande nesta cidade!

Provavelmente... a melhor equipa do mundo!






Vitória Futebol Clube

Vencedor da 1ª Edição da Taça da Liga

sábado, março 22, 2008

Vá Vitórriaaaa!!!



Tou que nem posso!

Por isso é que me levam ao Tobias!

(Por isso e pq não existe melhor arroz de marisco e sangria nas redondezas...)

sexta-feira, março 21, 2008

Sacanas de vocês das ilhas...


... que me deixam mensagens de voz no telemóvel, às 5 da matina, e que me fazem chorar assim que acordo...

Que vergonha...

Ontem, quando me falaram disto no bombar, sinceramente não pensei que fosse tão mau...



"Na Escola Secundária Carolina Michaelis, no Porto. Agressão a professora na sala de aula filmada e reproduzida na Net

O episódio aconteceu na quarta-feira da semana passada e colocado, pela primeira vez, no You Tube (site de partilha de vídeos online), no dia seguinte. Sob o título “9ºC em grande!”, as imagens mostram uma aluna da Escola Secundária com 3.º ciclo Carolina Michaelis, no Porto, a agarrar e a puxar o braço da professora de Francês por esta lhe ter tirado o telemóvel.

O episódio foi filmado por um dos estudantes presentes na sala, ouvindo-se repetidamente a aluna em causa a gritar para a professora: “Dá-me o telemóvel já”. Durante minutos os alunos nada fazem e limitam-se a assistir à cena em pé. Ouvem-se risos e alguém comenta: “Isto é demais, ouve lá!”. Ao fim de algum tempo, um grupo de alunos tenta separar as duas pessoas envolvidas. Aumenta a confusão e ouve-se um dos alunos a avisar: “Olha que a velha vai cair”, referindo-se à professora.

Contactada pelo PÚBLICO, a escola escusou-se a responder a qualquer pergunta e informou apenas que tinha sido aberto um “processo de averiguações”. E disse ainda que tinha tomado conhecimento do caso ontem, quando foi avisada de que o vídeo tinha sido colocado na Internet. De acordo com o assessor de imprensa do Ministério da Educação a professora apenas apresentou queixa hoje."

in Público online

quinta-feira, março 20, 2008

Obrigado Sr. Engenheiro!



5 consultas e depois... Fim-de-Semana!! :)

Bom Dia Alegria!!

terça-feira, março 18, 2008

Grrrrrrrrrrrr!!!


Definitivamente, preciso de uma casa!!



(Para esta, nem os murros que dou no combat diariamente serviram! Mas já para outras, dou murros e pontapés que é uma maravilha! Eis a última banda sonora das minhas neuras! Aplico-me tanto nesta música que já ouvi um "Isso Joana! Com sentimento! lol")


Thanks For The Mem...

Salvé Cavaco!

Ramos-Horta recebe carta de Cavaco Silva


O Presidente da República enviou algumas ofertas ao seu homólogo timorense, entre as quais pastéis de nata e Vinho do Porto.



Com as iguarias, seguiu também uma carta entregue em mão por elementos da GNR.


in rtp.pt




Hoje quando estava a almoçar deparei-me com esta bela notícia e pensei: "Nada melhor, depois de uns baláziozinhos no estômago e no pulmão, que uns pastelinhos de nata acompanhados de um vinho do Porto!".




Well done, excelentíssimo Presidente da República e reais acessores!




(claro que tenho plena consciência que ao publicar isto aqui, posso provocar isto outra vez...mas quem me conhece, sabe que sempre gostei de discutir! Ou não fosse eu BSN...)

domingo, março 16, 2008

The letter

Obrigado Tati por me teres lembrado do quanto adorava a Felicity (e o Ben!! Fundamentalmente o Ben!!).

O resultado é que passei a tarde inteira a ver pedaços da série no youtube, pus o emule a funcionar ao máximo e não trabalhei um cu! Mas, mesmo assim procurei, procurei. e não achei a minha cena favorita da série em que eles os dois estavam no telhado e toca o "Crash into me" (só por esta afirmação deve-se notar a cromice com que eu seguia isto...), por isso aqui fica outra das minhas cenas favoritas para ver se alguma das minhas amigas se recorda e se rende também à idiotice de andar a ver séries aos retalhos no youtube, de forma a que eu não me sinta sozinha.lol

Young folks

Este é o meu on repeat de hoje

Bar do Teatro versão Bairro Alto (e sem vomitar!)















Conclusões da noite:
  1. Vale sempre a pena pagar mais 50 cent pelas morangoskas
  2. Tang de Morango com gelo não embebeda ninguém (mesmo que custe 3 euros)
  3. Não consigo sair com o pessoal do Faial sem beber como se não houvesse amanhã
  4. Devo preocupar- me quando me apresentam aos amigos do João, como a Joana, aquela que vai dormir contigo não neste, nem no seguinte mas no próximo (uma excepção, claramente não confirma a regra!)
  5. Fixe, fixe é vir para casa a dormir que nem uma porca, e a sonhar que tenho de me manter acordada para não deixar o outro desgraçado sozinho
  6. Duas noites de Bairro durante uma semana (e com pessoal do Faial) acabam com o meu ritmo de sono-vigília, conta bancária e níveis de transaminases.
  7. O Janica só gosta de bares gays (e fez uma pose ultra-sexy ao telémovel à frente do Portas Largas)
  8. O Caldo Verde do Saloio sabe melhor às 8 da noite do que de madrugada
  9. Após uma manhã em Cascais a fingir ser hiper bem comportada numa sessão clínica sobre demências, não é bom encontrar os nossos colegas, num estado de demência provocado por substâncias etanólicas
  10. Não vi o Malato num bar gay (mas talvez deve ter sido porque não entrei em nenhum, Alex...)
  11. O João foge a sete pés, cada vez que me vê aproximar de um karaoke (I wonder why...)
  12. Existe uma grande probabilidade de te embedares no Bairro Alto se já bebeste metade de um jarro enorme de sangria ao jantar com o teu irmão

(e agora que já vi o filme da ressaca e tive a minha verborreia matinal, vou levantar finalmente o cu da cama, tomar banho e comer porque me espera uma tarde de trabalho àrduo, que não fiz durante a semana... Deixar sempre para amanhã o que não me apetece fazer hoje, esse é o meu lema! Mas como o dono do bar que é bom, vai fechar o bar gay hoje à noite para celebrar que está um ano mais velho, (amanhã prevê-se um acordar difícil para uma entrada brilhante no centro de saúde às 8 da matina!) mais me vale deixar tudo feito hoje...)






Juno

"In my opinion, the best thing you can do is find a person who loves you for exactly what you are. Good mood, bad mood, ugly, pretty, handsome, what have you, the right person will still think the sun shines out your ass. That's the kind of person that's worth sticking with."

sexta-feira, março 14, 2008

1 ano inteiro de saudade...

"Na última tarde em que estive vivo, a minha mulher, a Maria e o Francisco foram ver-me. Durante toda a doença, o Simão nunca me quis visitar. Era domingo. Eu estava apartado dos outros doentes, porque ia morrer. Tentava respirar e a minha respiração era um zumbido grosso, rouco, que enchia o quarto. Ao fundo da cama, a minha mulher chorava, engasgada pelas lágrimas, pelo rosto contorcido e pela dor: o sofrimento. Sem escolher as palavras, dizia-as dentro de uivos estendidos, esticados, longos, interrompidos apenas por tomadas sôfregas de fôlego. Eram palavras que ardiam dentro do seu corpo emagrecido, vestido com um casaco de malha, uma saia estimada, sapatos engraxados:

- Ai meu rico homem, meu amigo que és o meu maior amigo e eu fico sem ti meu rico homem meu companheiro, meu amigo tão grande tão grande.

A Maria chorava e tentava abraçar a mãe, consolá-la, porque, no peito, sentiam as duas o mesmo vazio definitivo e terrível que eu também teria sentido se algum dia tivesse perdido uma delas. O Francisco olhava pela janela. Tentava não ver. Tentava não saber aquilo que sabia. Tentava ser um homem. Depois, sério, aproximou-se de mim. No tempo eterno e concreto, pousou-me festas no rosto e pousou a mão sobre a minha mão. Na mesinha-de-cabeceira, sobre o tampo de ferro cinzento, descobriu um copo de água e um pau que tinha um pedaço de algodão na ponta. Molhou o algodão na água e assentou-mo na boca seca e aberta. Mordi-o com toda a força que tinha, e o Francisco surpreendeu-se por sentir pela última vez a minha força. Retirou o algodão. Olhou-me, e chorou também, porque já não conseguia aguentar. A Maria abraçou-o e tratou-o como quando era pequeno:

- Não tenhas medo, menino, que a gente não te vai deixar sozinho. A gente vai tratar de ti.

Toda a minha força. Usei toda a minha força e só consegui fazer um som horrível de moribundo. Queria dizer ao Francisco e à Maria que eu também não os deixaria sozinhos, queria dizer-lhes que eu era o maior amigo que tinham na vida, que nunca os deixaria sozinhos e que nunca deixaria de ser o seu pai, e de tratar deles, e de protegê-los. Em vez disso, usei toda a minha força e só consegui fazer um som horrível de moribundo. O som de uma voz que já não conseguia falar, o som de uma voz que usando toda a sua força, só conseguia fazer um barulho rouco com a garganta, um som horrível, um som de moribundo. Olharam para mim, e choraram mais, e sentiram no peito todo o vazio terrível, negro: profundo profundo: que eu também teria sentido se alguma vez tivesse perdido um deles."

in Cemitério de Pianos, José Luís Peixoto

quarta-feira, março 12, 2008

E ontem faltei ao ginásio por isto...




video



video

A minha estrela da rádio e da cassete pirata!

(Bem, peço desculpa pelo vídeo virado ao contrário, mas eu e a informática andamos de costas viradas. Tanto que já tenho uma foto à porta do Stapples a proibir-me a entrada por discutir com tudo o que é empregada com medo da ASAE, por me imprimir pdfs.)

domingo, março 09, 2008

Atonement

Existem filmes imensamente tristes...



The story can resume. Our story can resume. I will simply resume...

Do Leiria desde pequenina...

Benfica (actual 2º lugar na 1ª liga) 2 -
Leiria (actual último lugar na 1ª liga) 2

It was Saturday... I'm in love!







O gajo está gordo que nem um texugo e mantém aquele ar de esquizofrénico que o caracteriza, mas aguentou mais de 3 horas de concerto... Brutal!


E aqui ao lado estes c%&#$% continuam...




Arrasate, Espanha, 08 Mar (Lusa) - Sandra Carasco, a filha do ex-vereador Isaías Carrasco assassinado sexta-feira no País Basco apelou hoje a que a solidariedade com a sua família seja expressa por uma participação em massa nas eleições de domingo em Espanha.

"Peço aos que queiram solidarizar-se com o meu pai e com a nossa dor que vão votar massivamente no domingo para dizer a esses assassinos que não vamos dar nem um só passo atrás", afirmou num encontro com jornalistas na autarquia de Arrasate, onde está instalada a capela ardente com os restos mortais do pai.

Vestida de negro e visivelmente emocionada, Sandra Carrasco leu um comunicado em que agradeceu "do coração" o apoio do povo de Arrasate e dos cidadãos "anónimos" que dirigiram à família nas últimas horas para transmitir "carinho, apoio e calor nestes momentos tão duros".

"Obrigado por estar com a minha mãe, com o meu irmão Adeil e com a minha irmã Ainara.
Sandra afirmou estar "muito orgulhosa" do seu pai, desabafando depois com os jornalistas que os assassinos "são uns verdadeiros filhos-da-puta".

"O meu pai foi assassinado por defender a liberdade, a democracia e as ideias socialistas. Foi sempre um homem valente que deu a cara e os que o mataram foram uns cobardes", afirmou.

"Não vamos a tolerar que a sua morte seja manipulada por ninguém. Eu, a minha mãe, todos vamos votar e isso é o que vos peço", afirmou.


in notícias rtp.pt


Depois de 6 anos a viver num país em que se vivia com temor ao terrorismo, em que se choravam as vítimas em manifestações em que o silêncio pesava quase tanto como uma faca sobre as nossas cabeças, em que as lágrimas escorriam de revolta por uma impotência face a uma crueldade sem nome, desde 6ª Feira que sinto um peso no peito pela manifestação clara anti-democrática e pelo animalesco desrespeito pela vida humana. Nunca fui a favor da pena de morte, mas este tipos são dos poucos que me fazem verdadeiramente reconsiderar...

sábado, março 08, 2008

E como no caminho do Algarve para Setúbal, dá tempo para pensar em muita coisa...

Abdiquei dos meus cds de mp3 por breves momentos e liguei a rádio e a primeira música que deu foi esta:




Pela primeira vez em muitos anos, controlei o instinto natural de mudar de estação e pus-me a pensar, porque é que não gostava desta música. A verdade é que a memória me levou a um dos meus aniversários, em que ao final do jantar, tive uma visita inesperada com um cd da Adriana e uma carta na mão. Hoje em memória a um dos dias mais tristes de aniversário que tive, por não poder dedicar de volta a canção e como hoje é Dia Mundial da Mulher e sem qualquer dúvida foste tu quem melhor me tratou enquanto mulher, desta vez, esta é para ti Di.

Um beijo enorme com saudades

O Encontrão.


Fui para Vilamoura... O motivo : 25º Encontro Anual de Medicina Geral e Familiar. A ARS de Setúbal autorizou que eu lá fosse 4 dias aprender qualquer coisinha. E ora portanto o que é que eu aprendi?

- Aprendi que o Zithromax tem uma nova apresentação unidose (2g) em suspensão, que graças às suas micropartículas atinge uma concentração intracelular superior às outras apresentações da azitromicina

- Aprendi que 2 gajas conseguem encher a bagageira de um Polo INTEIRAMENTE com brindes da propaganda médica.

- Aprendi que é fixe almoçar e jantar na Marina e nos restaurantes cocós da região e que os outros paguem (propaganda)

- Aprendi que nas festas do T-club, Casino, etc, etc, etc que englobam bar aberto (propaganda) é possível encontrar as pessoas mais improváveis podres de bêbedas

- Aprendi que é possível passar a manhã inteira de um congresso, numa espreguiçadeira na piscina, a comer gelados Häagen Dazs (propaganda), beber piñacolada (propaganda) e a ler revistas e jornais (propaganda) enquanto alguns ressonam ao lado porque a noite tinha sido dura

- Aprendi que assimilo tanto do congresso na piscina, como na Marina de Albufeira a comprar roupa

- Aprendi que a vista do Vilamoura Beach (propaganda) é espectacular

- Aprendi que devo começar a cobrar a determinados bares de Setúbal a minha contribuição (e da propaganda) ao seu negócio

- Aprendi (e esta com um colega mais velho!!) que dor de corno é lixado, especialmente quando há amizade (este colega no entanto só se lembrou da amizade no dia em que foi encornado, porque no ano e meio que encornou antes, não se tinha lembrado...)


Em resumo... Aprendi tantas coisas que acho que a ARS não me vai autorizar mais aprendizagem pelos próximos tempos!

Just like heaven!




300 bilhetes disponibilizados à última da hora, um amigo que descobre, um super-amigo que telefona para Vilamoura para saber se ainda existe interesse e um hiper-mega-super amigo que me compra o bilhete!!

Obrigado Pepito!!!

quarta-feira, março 05, 2008

Oh happy day!



Está um dia lindo e eu acordei cedo para NÃo ir trabalhar...

Bom dia Alegria!!

terça-feira, março 04, 2008

Joana Alves, o anti-GPS humano! (Muito ao contrário do Sr. X!)


Ora portanto, deixem-me explicar a situação... O mês é Março e a folha de ponto, não entregue, correspondia a Fevereiro.

Assinada mal e porcamente, à última da hora (e visto que amanhã vou para o Algarve, porque me parece que 2 dias à semana é o suficiente para uma pessoa trabalhar), tinha de ser entregue impreterivelmente hoje.


Eis então, que a minha chefe diz: "Talvez é melhor ires agora, porque são 15h45 e a secretária do internato costuma sair às 16h00. Ainda demoras uns 10 mins a chegar ao Centro de Saúde do Seixal... Queres que vá contigo ou sabes o caminho?"


Joana (armada em esperta, como quase sempre!): " Naaa, eu sei onde fica! Ainda há 2 semanas tive lá uma reunião! É um instantinho...


Folha de ponto na mão, parte a donzela montada no coche prateado...


3 mins depois... Já estava perdida! Numa estrada na margem sul, a caminho sabe lá Deus de onde, com umas placas merdosas que indicavam tudo menos Seixal e sem possibilidade de fazer inversão de marcha. Não perdendo a pouca calma que tenho nestas situações, pensei: "Ah! Que altura excelente para usar o GPS!". Meto mão à gaveta por debaixo do banco do meu carro de gaja e procuro... procuro... procuro... até que penso: "C#"$%&$! Hoje trouxe o carro da minha mãe!" (que é igualzinho ao meu, menos na cor...).


Aí sim, perdi a pouca calma que me restava, e continuei na estrada do inferno, a maldizer o dia em que a minha mãe ganhou pavor a meter gasolina em carros sozinha. Chegando à bela localidade de Paio Pires (excelente destino turistíco para quem quiser ver estradas e prédios) encontrei finalmente uma placa a dizer Seixal! Claro que para seguir nessa estrada, tive de ir atrás de um autocarro de carreira, que parava de 100 em 100 metros e que era impossível ultrapassar.


Resultado: cheguei ao Centro de Saúde meia hora depois e agradeci a todos os santos que a secretária afinal não fosse a típica funcionária pública que assina que sai às 5h e às 4h já está no café. Escusado será dizer que para fazer o caminho de volta (o das pessoas normais, claro está!) demorei 3 min.


Adoro a margem sul...

Melhor que isto só o Sr. Y a ligar para o professor Karamba



(E o grande problema é que no outro dia, ele ligou para 5 professores makumbeiros diferentes do meu telemóvel. Nem sei como é que me pergunto de onde vem tanto azar...
Obrigado Sr. Y! Que ao menos lhe tenha servido para resolver os problemas de impotência com a sua mulher promíscua...)

segunda-feira, março 03, 2008

Será da 2ª Feira? Será do SPM?



Como hoje foi claramente o dia internacional da neura e eu (como gaja inteligente que gosta de curtir as suas fossas, com músicas altamente depressivas ) descobri o repeat do mp3 do meu carro (somente 6 meses depois!). Eis, portanto, o meu "on repeat" de hoje.


(Qualquer dia os gajos da Radar vêm-me cobrar direitos por isto, mas eu não pago! Nem a eles, nem ao Sr. X!)

Relaxis, o c"#$%&#!

Hoje, graças à desgraça da minha chefe, que tem uma ciatalgia lixada, tive a tarde livre. Como tal, fui fazer o que qualquer gaja faz numa tarde livre, recados com as suas amigas grávidas!

O primeiro recado, verdade seja dita era meu, mas correu tão bem ou tão mal, que fiquei com uma azia o resto da tarde. Após o recado administrativo, passámos cerca de 1 hora, sentadas numa sala de espera de uma clínica, a ver o Portugal no Coração, a meter a conversa em dia e à espera de uma receita que eu podia ter passado logo no sítio do primeiro recado! Escusado será dizer, que há uma velhotinha algures por aí em Setúbal, que sabe mais da minha vida que a minha própria mãe...

Após a espera stressante, resolvemos ir lanchar ao sítio mais "relaxante" desta cidade à beira do Sado plantada. Tenho a dizer que fiquei foi, com vontade de processar aquela merda por publicidade enganosa. Saí de lá tudo menos relaxada.. (Eu e a 3ª em questão, que só teve de dar 6 voltas ao quarteirão para estacionar o carro e que quando finalmente lá entrou, vinha a deitar fogo pelas ventas!lol). Ora vejam, está uma gaja descansada a beber o seu cházinho (as chávenas isso sim são originais, devia ter roubado uma...) quando se depara que o chá escolhido tem uma frase escrita (fortune cookie, versão chá pelos vistos):

"Love what is ahead by loving what has come before"

Ora digam lá se não dá vontade de matar alguém... Já não bastava todo o santo bar e uma ilha inteira... agora até a porra do chá, tem opinião sobre a minha vida!

Ficou decidido, para a próxima, se quiser relaxar, vou comer bifanas e beber minis para o Jaiminho. Acho que é seguro que a Sagres não se venha armar em esperta comigo...

Nem com estes todos dá para contar!


Assim como eu tinha previsto ontem, nem os dedos todos das mãos dão para contar os pontos de diferença entre o primeiro lugar do campeonato e os "outros" que ocupam o segundo. Mas pronto... os "outros" ficaram contentinhos com um empate a 1 e com a desgraça do Sporting(nada de novo, portanto).
Confesso que ontem até vi o jogo com cachecol do Sporting posto (o cachecol, obviamente era do dono do bar que é bom) no meio da lampiagem, mas aquilo serviu mais bem de pouco, porque aqueles gajos nem contra 10, mexeram o cu... Tanta tranquilidade, enerva-me!!
Agora o que me lixou, bem lixada, é que no sorteio das meias finais, juntaram as duas equipas que eu queria ver na final... Graças a Deus, na hora em que estiver a dar esse jogo, planeio estar a embarcar num avião rumo à capital londrina!!
Este post vai dedicado ao rapaz que disse que eu era pior que os velhos que vão ouvir relatos para o parque do Bonfim. (A verdade é que só não vou porque não tenho rádio!lol)

domingo, março 02, 2008

My Blueberry Nights

"- You still have the keys?

- I always remember what you said. If I would never throw them away I would never be closing those doors forever. I remember...

- Sometimes, even if you have the keys those doors still can't be opened, can they?

- Even if the door is open, the person you're looking for may not be there."

Não me moam!


Hoje, no âmbito do dia mundial da ressaca, o meu pai resolveu tirar-me da minha sessão de cinema dominical para ir beber café. Escusado será dizer, que sentar-me a fazer fotossíntese na praça principal da cidade, deu azo a que TODA a santa gente que conheço (surpreendentemente, são muitos os que acordam aquela hora!) se aproximasse da mesa para vir falar do empate do Porto de ontem à noite. A todos vocês... Aprendam a contar (usando também os dedos dos pés, porque só com as mãos não dá!) e contem os pontos que vos separam do primeiro lugar. Acho que nem o derby da salvação, vos vale... lol

sábado, março 01, 2008

Tu és responsável pela tua rosa...


"O principezinho arrancou também, não sem um pouco de melancolia, os últimos rebentos de baobá. Ele julgava nunca mais voltar. Mas todos esses trabalhos familiares lhe pareceram, aquela manhã, extremamente doces. E, quando regou pela última vez a flor, e se dispunha a colocá-la sob a redoma, percebeu que estava com vontade de chorar.

- Adeus, disse ele à flor.


Mas a flor não respondeu.


- Adeus, repetiu ele.

A flor tossiu. Mas não era por causa do resfriado.

- Eu fui uma tola, disse por fim. Peço-te perdão. Trata de ser feliz.


A ausência de censuras o surpreendeu. Ficou parado, inteiramente sem jeito, com a redoma no ar. Não podia compreender essa calma doçura.


- É claro que eu te amo, disse-lhe a flor. Foi por minha culpa que não soubeste de nada. Isso não tem importância. Foste tão tolo quanto eu. Trata de ser feliz... Mas pode deixar em paz a redoma. Não preciso mais dela.


- Mas o vento...- Não estou assim tão resfriada... O ar fresco da noite me fará bem. Eu sou uma flor.


- Mas os bichos...


- É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Dizem que são tão belas! Do contrário, quem virá visitar-me? Tu estarás longe... Quanto aos bichos grandes, não tenho medo deles. Eu tenho as minhas garras.


E ela mostrava ingenuamente seus quatro espinhos. Em seguida acrescentou:


- Não demores assim, que é exasperante. Tu decidiste partir. Vai-te embora!


Pois ela não queria que ele a visse chorar. Era uma flor muito orgulhosa... "


Há 6 meses atrás utilizei um outro excerto deste livro, para fazer uma pequena homenagem, a duas pessoas que sim sabem cuidar bem da sua flor. Como ultimamente só tenho visto má jardinagem, quero agradecer o bonito exemplo que dão.
Muitos Parabéns aos dois!

Desafios...

Estava eu aqui a ler o blog da gaja que NÃO ME ATENDE O TELEMÓVEL porque está muito ocupada a comer lampreia, quando vi que ela me tinha lançado um desafio.
O desafio consta em referir 12 palavras que não gosto, pelo que percebi... Como não sou gaja de fugir com o rabo à seringa, aqui vai a minha resposta.

Benfica - Agora mesmo, só de escrever, até me está a dar a náusea (como diria uma das minhas benfiquistas favoritas)

Anunciada - Toda a gente sabe que eu ensino às minhas crianças que ao passar à frente da sede deles , o protocolo é cuspir para o chão.

Otorrinolaringologia - Quem me conhece sabe porquê... Desde que não me toquem nos ouvidos, tudo bem...

Gasolina - Visto que a maioria do meu salário vai para a Galp e para a BP, deixei de snifar gasolina! Agora dedico-me a um pozinho branco... Açúcar! Suas mentes perversas!

Mania - Aplicada na bela vertente setubalense do "deves ter da mania"! Não suporto... Que o digam e quem a tem!

Tranquila - Após stresses a fazer bancos na urgência, cuja palavra chave era sempre "tranquila!", essa palavra perdeu todo e qualquer efeito tranquilizante e passou a enervar-me solenemente.

"Soce" - Apah soce... Quase tão bom, como quando as minhas tias me chamam miga

Mentira - Desta acho que nem preciso de dizer nada...

Humilhação - Além de ser um sentimento com o qual me parece quase impossível conviver, surpreende-me ao ponto que algumas pessoas chegam...

Parir - Eu bem sei que estou no ponto para, mas ele bem que podia ter utilizado outra expressão.

Babar - É uma coisa quase tão feia de se fazer como de se dizer...

Sócrates - Quero os meus 450 euros de descontos para ir para Vilamoura!!

Lembrei-me!!

Eu sabia que chegava lá!

Banda sonora de 6ª Feira à noite


Espectacular este concerto, especialmente a parte em que o tipo se atira para o meio do público e vai em braços beber uma imperial ao bar...

E melhor, melhor que o concerto, foi o orgasmo intelectual que tive quando vi o José Luís Peixoto atrás de mim no concerto (o homem é lindo... E escreve como ninguém! Só é pena ter mulher... E como aquela do não faças aos outros o que não queres que te façam a ti, sempre foi a minha regra... mantive-me calma e serena no meu canto... Snif...)



Logo após sair do Lux, as duas damas montadas no polo azul antracite, ligam a rádio e deparam-se com este belo som:



Escusado será dizer que viemos 24 de Julho adiante a cantar, a fazer coreografias e a registar graficamente o momento. A partir de agora... Radio Capital forever...
Como não ficamos satisfeitas com o som, embarcámos numa viagem pelos bons velhos tempos, ele foi MacGyver, O Justiceiro, etc, etc até que chegámos a isto!



Nada como parar nas portagens de Setúbal a cantar a feiticeira Bia! Ainda não me lembrei foi, do que é que era a música do ta ra ra, mas eu chego lá!!

Sr. X strikes again!



Jantar "Saloio" de Pizza na 24 de Julho





Todos: Bla, bla, bla (conversas parvas num francês macarrónico)



Sr.X: Je n'ai pas de monet




Joana: Argent




Sr.X: Ah é verdade! Monet é o champanhe!




Srª. X (neste caso, a original!): Isso é Moët... Moët & Chandon!




Sr.X: Ahh é verdade.. Monet é o sampoo! (?!?!?LOOOOOL)








Concerto de Wraygunn, Lux (completamente cheio):




Sr. Wraygunn: Boa Noite... bla, bla, bla, bla...


Sr. X: FELIZ NATAAAAAAALLLLLLLLL!!!


Sr. Wraygunn (fitando fixamente Sr. X. Ele e o resto do Lux!): Desculpa...


Sr. X: FELIZZZZZZZZZ NATAAAAAAAAAL!!


Sr. Wraygunn: Pronto, a este decididamente não vamos ligar


Sr.X: Viste? Viste? Viste como eu intervi activamente no concerto?!






E graças a Deus saí de lá antes de ver a brilhante intervenção com a actriz das novelas!

God Bless o Sr. X! Anima qualquer um!

Bom dia alegria! :)



Após uma semana "ocupadíssima", com tudo menos trabalho, em que deu tempo, para ver e rever tanta gente, chega o fim-de-semana! Yeahhhhh


Mas desenganem-se que esta semana de aulas não foi em vão, dela resultaram bastantes conclusões proveitosíssimas que passo a partilhar convosco.


Primeiro descobri que existem vários estudos que associam a minha nobre profissão a um futuro extremamente risonho, ora vejam:


Médicos sujeitos a:

  • Maior prevalência de casamentos mal sucedidos - Valiant et al, 1970

Ah porra! Agora é que dizem?? E eu que me perguntava porque é que só gostava dos c"#$$&"!!

  • Uso de drogas ilícitas, indutores de sono e tranquilizantes - Valiant et al, 1970

E eu que ontem no Lux, ao encontrar o meu gang de Badajoz extremamente feliz por uns cigarinhos de fazer rir, ouvi o anjinho que dizia "Joana, precisas da carta para ganhar ao fim do mês" em vez do(s) diabinho(s) que diziam "Joana, como nos velhos tempos!"

  • Dependência alcoólica - Murray, 1976

Beber, eu?? Ai!! Por quem me tomam! (Aquele telefonema de há 5 mins atrás, a reservar mesa para o Miguel, com a sangria já incluída foi feito pela minha sósia!)

  • Risco de suícidio 2 vezes superior ao da população geral - Rose e Rosay, 1973)

Com esta é que me lixaste! Mas descansem algumas mentes vazias por aí, que gosto muito da minha vida e não penso dar-vos tal alegria nos próximos tempos.

Em segundo lugar, consegui impressionar o coordenador geral dos internatos médicos da região sul de tal forma, que terminado 6ª feira, já o homem pensava que eu traficava pacotes de açúcar (esta tenho de agradecer à minha rica mãe!), e como me juntei com a outra desestabilizadora da aula (a minha nova companheira de congressos! :)) aquilo resultou num rol de elogios que foram desde " Oh suas abespinhadas! Guardem lá as vossas unhas!" a " Estão aqui, estão a levar com uma garrafa de àgua nos cornos não tarda nada!". Acho que fiz um amigo...

Em terceiro, mas não menos importante descobri que ser do Bairro Santos significa ter uma personalidade assertiva, manipuladora e agressiva. A psicóloga ainda me tentou explicar que devia ser mais assertiva de forma a estabelecer uma melhor relação médico-paciente, mas eu disse-lhe que ou parava com aquelas merdas ou levava dois tabefes.

Assim que, terminada a semana de aulas, espera-me agora um duro fim-de-semana após o qual uma dura semana de 2 dias de trabalho!! (Ufa!!) porque depois... ARRANCA PARA VILAMOURA!!! Yeahhhhh