sexta-feira, setembro 12, 2008

To whom it may concern...



  1. Mais cego é aquele que não quer ver.

  2. De tão ridículo que é, chega a meter pena.

  3. Há pessoas, que de tão parvas que são, merecem todos os pares de cornos que lhes metem.

  4. Há outras, que (infelizmente) não entendem o conceito de fidelidade como parte da definição de amor.

  5. Não tenho rigorosamente nada a ver com a história, mas como sou do BSN e consequentemente, tenho opinião sobre tudo, tinha mesmo que dizer isto...

7 comentários:

disse...

é por estas e por outras, que tenho pena que não escrevas aqui todos os dias.

Já a capa do record...

sick boy disse...

com o devido respeito que tu mereces mas foda-se, nao devias comentar esta situaçao... bolas, devias respeitar e fazer um esforço para nao dizer nada por mais que estivesses incomodada...mas tudo bem, agora sê uma menina simpática e diz aí quem encornou e que foi o corno...lol nao aguento de curiosidade :)

Jo@ocupada disse...

Tá descansado que a tua cabeça não pesa... Eu bem te chamo c#$%&% (com o devido respeito que mereces)mas é só porque aproveitaste um momento de etilismo extremo para me ganhar ao 4 em linha, de resto, meto as mãos no fogo pela fidelidade da tua gaja (que é mais do que posso dizer de muita gente por aí!)

Bjinhos
Jo

P.S: E se continuares de férias, só tenho a dizer: meu grande C"#%%&!

Jo@ocupada disse...

Com o devido respeito que mereces, é claro ;)

Anônimo disse...

lololo

sick boy, roi-te de curiosidade... eu sei e tu não... lolo
mas se pensares bem nos cab§€es do ultimo ano não é dificil descobrir. A unica coisa que nos interessa nesta historia é que já não corremos o risco de sermos agredidos com um corno de alguem que não aguenta com o peso...
Assim ficam outros com o risco de traumatismos
lolol
margarida

Anônimo disse...

há... e diz-se ai a boca pequena que o bote anda por aguas internacionais... lololol
margarida

é o que se chama ao verdadeiro portugues hospitaleiro

Anônimo disse...

há... e diz-se ai a boca pequena que o bote anda por aguas internacionais... lololol
margarida

é o que se chama ao verdadeiro portugues hospitaleiro